(x)
NEWSLETTER

Inscreva-se e receba todas a novidades no seu email

Conservatório avança com um projeto piloto no 1.º Ciclo

O Conservatório de Música da Covilhã iniciou o ano letivo com um projeto piloto no 1.º Ciclo, pretendendo acompanhar de uma forma inovadora, a evolução das ferramentas de ensino. Um projeto único no interior do país, que surge de uma estreita parceria entre a Porto Editora, a Samsung e a instituição covilhanense. Os tradicionais manuais disponibilizados em formato papel, foram trocados pelos tablets, adquiridos pelos encarregados de educação, proporcionando a introdução de novas metodologias de ensino em contexto sala de aula.

Com a constante preocupação na evolução do ensino e novas metodologias, a escola aposta numa alteração do processo de ensino/aprendizagem, não colocando totalmente de lado as competências desenvolvidas no ensino tradicional. Segundo o professor Fernando Vasques, responsável pela implementação do projeto “é necessário haver um ponto de equilíbrio entre o uso de tecnologias e outras ferramentas de caráter mais tradicional, para que se possa assegurar que todas as competências sejam desenvolvidas nesta faixa etária, de acordo com as orientações do Ministério da Educação”.

Na implementação do projeto piloto, associado às ferramentas das tecnologias de informação e comunicação, facilita a implementação de dinâmicas, proporcionado um ambiente pedagógico onde os alunos têm a possibilidade de resolver os exercícios em modo interativo, com o feedback da própria aplicação digital. Segundo o professor Fernando Vasques, “este contexto permite um desenvolvimento contínuo da autonomia e motivação na procura do conhecimento e superação das dificuldades, desenvolvendo assim a resiliência dos alunos”.

A mudança na disposição da sala de aula é outra das necessidades decorrentes da implementação metodológica operacionalizada pelo Conservatório de Música da Covilhã. Estruturar a sala de aula em modo colaborativo, em que o professor tem o papel de facilitador de ensino, estando os alunos organizados em pequenos grupos, trabalhando muitos vezes em equipa, competência tão necessária nos dias de hoje, independentemente das áreas profissionais futuras.

O professor, explicou também que pretende introduzir novas metodologias de ensino, nomeadamente, a Gamificação - com uso das plataformas Khan Academy; Escola Virtual; ClassDoj, Kahoot!, entre outras; A Sala de Aula Invertida é outra das curiosidades deste projeto, metodologia em que o aluno aprende em casa através de vídeos/recursos escolhidos pelo professor, proporcionando uma posterior realização de exercícios/atividades complementares à aprendizagem.

Com esta parceria entre o Conservatório de Música da Covilhã, a Porto Editora e a Samsung, pretende-se promover o desenvolvimento novas competências para o cidadão do século XXI – entre as quais destaca-se a Criatividade, Pensamento Crítico, Cidadania, Comunicação, Trabalhar Coolaborativamente e Construção do Ser.